Postagem em destaque

Lex Luthor e o que eu seria sem Jesus.

Por Nilson Pereira.  Primeiramente quero deixar claro que este texto é destinado a cristãos bíblicos e maduros que entend...

Nilson (Nil) Pereira

Nilson (Nil) Pereira
Um Discípulo que vive para ser Bíblico e Missional, Pastor da Família, Professor e Escritor Amador.

domingo, 11 de março de 2018

Devocional IPCarioca 09/03/2018 Deus, o Solteiro e o Sexo (1 Timóteo 5:1-3; Filipenses 2:5-11; João 15;13; Mateus 18:4; Romanos 8 )

Fechamos esta semana na qual o Senhor nos levou a refletir sobre os estragos causados por esta sociedade pornificada, e como o discípulo de Jesus pode ser bíblico em sua sexualidade mesmo num contexto de destruição.Hoje falaremos de um grupo muito afetado pela pornificação: os solteiros.
James Bryan Smith, em ''O Maravilhoso e Bom Deus'', fala sobre as falsas narrativas e a necessidade de aplicar as Escrituras para combatê-las, e os cristãos solteiros são vítimas de uma das mais poderosas: solteiros não podem ficar sem aflorar a sexualidade, seja estando com alguém, seja através da pornografia, seja desejando mulheres ou homens, na Igreja, no trabalho, no prédio e as vezes até ligados a Família. A propensão de pornificação nestes tipos de relacionamentos ao ser adotada tal falsa narrativa é gigantesca, quase certa. Dificilmente uma relação iniciada com estas motivações termina em Matrimônio. É certa a objetificação. Afinal, tudo já se inicia com o pecado como base motriz.
Como grande parte dos casados no Senhor, por um bom tempo eu fui solteiro e cristão, e sofri com diversos tipos de tentações, entendo bem o quão difícil é seguir a Jesus sem laços matrimoniais com alguém que também o segue, mas é preciso perseverar. Lembrar que esta fase complicada é necessária para nos tornar semelhantes a Cristo Jesus, a aprender como é ser um Pastor de Família ou uma Sábia Mulher edificante de seu Lar, aprender com a Escritura, com os já casados e maduros em Cristo, caminhar. Entender que é somente um tempo de aprendizado, e não um estado permanente, é como um bálsamo aliviante diante deste quadro.
Os solteiros no Senhor precisam ''despornificar'' suas mentes não só neste assunto sexual, também no relacional. Muitas vezes criamos estereótipos de cônjuges, e perdemos oportunidades de termos um (a) parceiro (a) que poderia ser para toda a nossa vida, e por mais que entendemos que Deus é Soberano nesta área também em nossas vidas, temos responsabilidades quando caímos nas mentiras hollywoodianas relacionais. Nenhum (a) parceiro (a) será perfeito, porque ninguém o é nesta Terra, quando Deus abençoa uma união Ele pensa no maior propósito da nossa existência, nos tornar semelhantes a Jesus, ou seja, a pessoa que será seu cônjuge será aquele (a) que te tornará mais parecido com Cristo, seja com qualidades ou com defeitos, de todas as formas possíveis.
A única influência possível que um cristão deve receber, seja casado ou solteiro, é da Palavra de Deus. A escolha do cônjuge depende exclusivamente dos preceitos do Senhor aplicados ao contexto que engloba conhecer esta pessoa, portanto é importante admirar seu pretendente, se sentir atraído (a) por ele (a), e o mais importante, dentro do que aprendi com Dave Harvey, uma das lições mais importantes da minha vida contida em ''Quando pecadores dizem Sim'': o que uma pessoa pensa sobre Deus define quem ela é, não os defeitos que ela tem, tudo isto pode ser superado a dois se seu cônjuge realmente ama a Deus sobre todas as coisas.
Casar é tão racional quanto emocional, é a decisão mais espiritual que existe sem dúvidas.Uma coisa tenho aprendido, você não vai casar com a pessoa que é a melhor em todos os quesitos já passadas em sua vida, mas, se casar em Cristo, você se casará com a pessoa cujo o conjunto é tão presente por parte do Senhor para você, que mesmo não vencendo em tudo, será incomparável com qualquer outra relação anterior. Pode confiar e acreditar em Deus. Biblicamente casar é um dom, nem todos o recebem, e é melhor que esta pessoa não se case mesmo, se for a vontade de Deus para ela, pois melhor seguir inteiro como cristão do que casar e destruir vidas, não há mal algum nisto, ao contrário, é uma vida digna diante do Senhor.
Ser solteiro e cristão é um tempo de amadurecimento, e amadurecer é um processo que depende muito da luta pela Santidade. Portanto meus irmãos, lutem para se santificar, peçam ajuda, sem um discipulado bíblico vocês serão presa fácil da pornificação social que existe em nossa sociedade, viva uma trajetória contemplativa da Escritura num processo de Espiritualidade saudável. Eu não gosto do termo ''esperar em Deus'', porque esta frase implica não numa espera por parte de Deus, e sim numa idolatria de uma relação conjugal, mas no fim das contas todos nós, solteiros ou casados, vivemos esperando no e pelo Senhor, portanto, viva para glorificá-Lo, no tempo de solteiro ou no Casamento. Deus deve ser nosso melhor amigo, e isto faz toda e qualquer diferença em nossas vidas! Deus é a resposta para seus impulsos sexuais,não se deixe levar por discursos de fórmulas prontas, se relacione com o Senhor e conte com os mentores que Ele vai te dando.
O Senhor abençoe a todos.
Por Nilson Pereira

0 comentários:

Postar um comentário

Missionalidade:

Missionalidade:

Mapa Mundi.

Mapa Mundi.