Postagem em destaque

Lex Luthor e o que eu seria sem Jesus.

Por Nilson Pereira.  Primeiramente quero deixar claro que este texto é destinado a cristãos bíblicos e maduros que entend...

Nilson (Nil) Pereira

Nilson (Nil) Pereira
Um Discípulo de Cristo que vive para ser Bíblico. Mateus 28:16-20

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Devocional IPCarioca 23/01/2018 Em Cristo qualquer renuncia e sofrimento vale a pena (Isaías 53; Gálatas 6:14-18)

John Piper, um dos pastores/teólogos mais importantes que este mundo já viu, tem como uma de suas maiores marcas no ministério o lema: se você é um cristão, você vai sofrer!
Esta é uma verdade bíblica. Não existe vida cristã sem sofrimento, por isso o evangelho fast-food pregado na teologia neopentecostal é tão absurdo. Não tem como viver para imitar a Jesus sem sofrer. Na verdade, não existe vida aqui na Terra sem sofrimento, a diferença é que sofrer como cristão torna nosso sofrimento útil, necessário e transformador, sofrer fora de Cristo é solitário, muitas vezes desesperador e até mortal.
A depressão é a doença mais proeminente do presente século, pessoas de diversas classes sociais e faixas etárias sofrem deste mal. Não há momento nem pessoa certa que podem ser acometidos por este mal. Cristo faz com que nossos sofrimentos possam ser filtrados e direcionados a nossa melhoria como ser humano e discípulo Dele.
Sofrer como cristão não é em vão, no mundo muitas vezes é, sofrer sendo discípulo de Jesus não é só dor, humilhação ou desespero, é ganhar as chagas de Cristo em nós, ser perseguido por causa Daquele que nos define (se você é realmente um cristão somente Cristo pode definir o que você é, ou há algo de muito errado na sua vida) nos torna aptos a seguir buscando o maior sentido da nossa vida: nos parecer com Ele. Deus usa o sofrimento e as diversas renúncias diárias nos quais somos submetidos por causa do que cremos para nos refinar, nos redefinir, nos transformar como pessoas, discípulos, cidadãos.
O cristão precisa sofrer, é necessário, mas nosso Deus é Aquele que, como diz minha linda esposa, transforma nossas fezes em adubo e faz nascer as mais belas flores neste solo adubado. Sofremos com alegria porque entendemos a quem pertencemos. Sempre.
Por Nilson Pereira

0 comentários:

Postar um comentário

Missionalidade:

Missionalidade:

Mapa Mundi

Mapa Mundi