Postagem em destaque

Lex Luthor e o que eu seria sem Jesus.

Por Nilson Pereira.  Primeiramente quero deixar claro que este texto é destinado a cristãos bíblicos e maduros que entend...

Nilson (Nil) Pereira

Nilson (Nil) Pereira
Um Discípulo de Cristo que vive para ser Bíblico. Mateus 28:16-20

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Devocional IPCarioca - 01/12/2017 - AMANDO TUDO A PARTIR DE AMARMOS A DEUS (Mateus 22:37-40)

Existem verdades absolutas que não podem deixar de nos marcar. O fato de sermos parte de uma raça caída e corrompida pelo pecado é uma delas.

Charles Spurgeon dizia que mesmo o que chamamos de amor, nem sempre o é de fato porque o pecado corrompe o nosso ser no mais profundo âmbito, pela Graça de Deus, nós não somos completamente tomados pelo poder do pecado, mas o simples fato dele habitar em nós é suficiente para corromper qualquer coisa que possamos fazer, pensar ou sentir (características que nos torna humanos).

Em Mateus 22:37-40 Jesus nos ensina o Mandamento Áureo, que consiste em amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo ( e quanto mais próximo, mais devemos amar, como dizia Martinho Lutero) como a nós mesmos, e este é o único caminho para refrear o efeito da Depravação Total em nós nos relacionamentos. Quando amamos a Deus sobre tudo, com todo o nosso entendimento e forças, aprendemos com Aquele que define o Amor a amar de verdade (em ação, pensamento e sentimento) aos nossos próximos (acredito que respeitando uma hierarquia bíblica de prioridades, Esposa/Marido, Família, Igreja e por aí vai).

Os efeitos do pecado em nós e nos outros causa medo, aflições, tristezas e decepções, é um chamariz muito grande de tornar quem ou o que amamos em ídolos, desrespeiitando o Primeiro Mandamento, que é o primeiro justamente para que isto nunca ocorra.

Não devemos amar as pessoas a partir delas, e sim a partir do nosso amor pelo Deus Altíssimo. É disto que Jesus está falando neste texto. Se sentimos algo forte por alguém devemos sempre entender que o melhor que podemos fazer por ela é amar a Deus sempre, sobre todas as coisas. Amar a Deus é a gênesis de uma maravilhosa e boa vida.

Por Nilson Pereira.

0 comentários:

Postar um comentário

Missionalidade:

Missionalidade:

Mapa Mundi

Mapa Mundi