Postagem em destaque

Lex Luthor e o que eu seria sem Jesus.

Por Nilson Pereira.  Primeiramente quero deixar claro que este texto é destinado a cristãos bíblicos e maduros que entend...

.

.

.

.

.

Nilson (Nil) Pereira

Nilson (Nil) Pereira
Um Discípulo Professor vivendo para ser Bíblico e Missional, Pastor de Família e Escritor Amador.

quinta-feira, 26 de julho de 2012

A maior lição da minha vida.


Por Nilson Pereira.

Que o meu Deus me dê forças para aprender a cada dia esta lição que tanto preciso viver como posicionamento.


Tranforme minha vida , Altíssimo, usando as palavras de um dos maiores homens de Deus da História, João Batista, moldadas pelo teu Santo Espírito.

É necessário que ele cresça e que eu diminua.
João 3:30
'' É necessário que Ele cresça e que eu diminua.'' Evangelho segundo João, capítulo 3, versículo 30.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

O dia do escritor!


Por Nilson Pereira.

A comunicação escrita é tão importante para a humanidade que o período que vem antes do início de sua pelo homem utilização (alguns preferem usar o termo ‘’descoberta’’), a História como ciência, chama de Pré-História.

É comum, escolas e até Universidades, ao lecionar História, começarem seus objetos de estudo nesta área à partir da Idade Antiga, justamente por conta de que as fontes históricas mais comunmente aceitas são as fontes escritas.

Fica muito difícil imaginar humanidade sem comunicação escrita. Seja em forma de aerógrafos, seja em algarismos, seja em letras, do hebraico antigo, passando pelo grego koiné, latim, ao espanhol, inglês e português. Desde que existe comunicação entre um ser humano e outro, há a escrita, não importa a utilização de qual signo que esta adota, nem seus simbolismos.

Nossa cultura no Ocidente é totalmente baseada na escrita. A cultura oriental também é muito dependente da comunicação escrita, seja sociologicamente, seja historicamente.

Do papiro aos modernos I-Pads, o ser humano sempre se expressou através da escrita da forma mais profunda e contundente. Através da escrita, nossos pensamentos e sentimentos são expressos de forma mais agradável e intrigante.

É comum uma pessoa afirmar que um livro ou uma revista, por exemplo, são superiores a filmes baseados nestes.

As três religiões monoteístas e de maiores adeptos em toda a História, Cristianismo, Judaísmo e Islamismo, tem seus fundamentos baseados em escritos, em comunicação escrita, a Bíblia, a Torá e o Corão respectivamente.

Ao redor dos séculos, a comunicação escrita vem tomando cada vez mais importância no cenário humano, sem a escrita seria impossível haver movimentos históricos revolucionários como a Reforma Protestante, o Renascimento, a Revolução Científica do século XVII, o Iluminismo, a oficialização das independências das Américas, a promulgação dos Direitos do homem e do cidadão na Revolução Francesa, o surgimento das Constituições, a erradicação do analfabetismo em muitas regiões do planeta, e a diminuição grandiosa deste em outras ( uma vez que há na História humana, uma grande popularização da escrita e da leitura, que se inicia no século XVI e que tem auge no século XIX), os grandes veículos de comunicação em massa representados principalmente pelos jornais impressos, mas também pelas revistas, as redes sociais e emails, e por aí vai.

A escrita foi por muito tempo, uma espécie de privilégio das elites dominantes, porém, ao se popularizar, deu forma, contexto e sentido a vida humana no geral, transferindo através dela, ideais ativos da intelectualidade humana de forma clara e democrática.

Cartas de amor, de saudade, de amizade, documentos jurídicos, blogs, redes sociais, jornais, revistas, livros, poesias, bulas de remédios, entre outros, para o ser humano, de todos os meios de comunicação que pode existir na História da humanidade, tem na escrita o mais importante de todos, o mais básico, o mais adotado e escolhido.

Pesquisas apontam que sete a cada dez jovens, preferem se comunicar por mensagem de texto ao usar o telefone, nas gerações anteriores as nossas, telegramas eram a forma de se comunicar mais eficiente e utilizada, e a nostálgica máquina de datilografar é uma das peças que caiu em desuso mais querida pela maioria até hoje.

A escrita fascina o homem, abre a mente humana para novos horizontes, a faz ser mais bem letrada e conceituada, fértil, tanto na imaginação quanto na realidade.

A comunicação escrita faz do ser humano ativo intelectualmente como nenhum outro meio de comunicação o faz. A escrita é o meio mais eficaz de gerar pensadores, e não meros abstradores de ideias.

Durante toda a História da humanidade, sobretudo à partir do século XIX aos dias de hoje, o homem inventou diversos meios de comunicação. Como o rádio, telefone, televisão, entre outros, porém, os meios mais populares atualmente são a internet ( englobando aqui, as redes sociais, emails e outros), os jornais impressos e as revistas, justamente meios de comunicação que dependem essencialmente da escrita.

Profissionais de diversas áreas das disciplinas de Humanas são unânimes em dissertar que, quanto melhor se lê melhor se escreve, e quanto melhor se escreve melhor se comunica.

Não é exagero afirmar que sem a comunicação escrita à sociedade humana em que vivemos, e as dos nossos antepassados não existiria, ou pelo menos não seria nada parecida conforme a conhecemos.

As religiões mais populares, as ciências, a vida civil, penal ou jurídica, enfim, todas as mais importantes instituições da humanidade, usam essencialmente a escrita como meio de comunicação mais eficaz e característico.

Expressões sentimentais, notícias, ensinamentos, todo o tipo de informação importante para os seres humanos geralmente chegam a forma de comunicação através da escrita.

Se comunicar através da escrita é hoje, muito mais do que uma forma de adquirir status social, é necessidade, é saber se comunicar de forma única e completa, conforme dissemos a exaustão neste texto.

Escrever é vida, é alegria, é refúgio, é se tornar erudito, é se comunicar no mais alto grau da expressão humana.

Um ser humano com alma escritora, não consegue ficar por muito tempo sem se comunicar através da escrita, é uma questão extravasar, é uma questão de demonstrar sua forma de ver a vida, visão única e particular de cada um de nós.

Concluímos que fica improvável enxergar o ser humano, sobretudo nós que somos parte da sociedade contemporânea, sem a utilização da escrita como comunicação.

Mesmo os que entendem não possuir o dom de escrever, entendem a afirmação destacada acima. Sendo dotado do dom de escrever ou não, somente o fato de ser um humano, faz da escrita fundamental na sua vida.

Lê e escrever e se comunicar através destas duas ações que são inseparáveis e indissolúveis, é simplesmente essencial a qualquer ser humano. Mesmo aos analfabetos ou aos deficientes visuais (que utilizam o método braile).

A comunicação escrita é sem dúvida uma das maiores características e virtudes humanas. Se comunicar como humano é essencialmente utilizar alguma forma de escrita, ainda que o comunicante e o comunicado não tenham consciência disto.

Comunicação escrita e ser humano são uma combinação que simplesmente moldam a História da humanidade, dá forma a esta e a caracteriza essencialmente.

Parabéns a todos nós que amamos explorar a mais sublime e completa forma de comunicação humana: a escrita.

Dia 25 de julho, este é a data escolhida pela sociedade para celebrar nosso dom e nosso estilo de vida, porém, quem é escritor sabe que todos os dias é nosso, a cada momento, a cada inspiração, a cada estudo, celebramos ao Criador, celebramos a humanidade, celebramos a vida através de letras, palavras, expressões de nosso espírito e de nossa alma!

Salve a comunicação escrita!

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Enquanto eu viver, chorarei ao ler este capítulo.




Por Nilson Pereira.

Que o Altíssimo nos faça ser dignos do sangue de Cristo e de todos os outros discípulos Dele que morreram para que nós fóssemos o Evangelho nos dias de hoje.

Sejamos discípulos, e não fãs de Jesus, por amor Dele, e pelo sacrifício Dele e de todos os mártires cristãos na História da humanidade. A impressão que dá, é que por mais cristão que eu seja, jamais me sentirei digno do sacrifício do sangue derramado, de o meu Cristo, e de todos estes homens e mulheres por toda a História humana. Sinto vergonha do meu Cristianismo perto do deles.

Que Deus use minha vida para que, enquanto eu viver, ela seja uma lembrança viva e histórica do sacrifício destes homens e mulheres, do Cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo.

Deus nos abençoe.

Isaías 53:

Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do SENHOR?

Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos.

Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.

Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.

Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.

Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca.

Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi atingido.

E puseram a sua sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte; ainda que nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca.

Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do SENHOR prosperará na sua mão.

Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniqüidades deles levará sobre si.

Por isso lhe darei a parte de muitos, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Os três pressupostos básicos na vida de um cristão e ser humano.




Por Nilson Pereira.

Você já parou para refletir porque jejum, oração e leitura da Palavra de Deus são as 3 bases de equilíbrio para um cristão?

Uma fé saudável tem na reflexão uma base fundamental. Afinal, fé também é pensar.

Meu entendimento sobre estes 3 pressupostos para a vida de um cristão está baseado nas 3 bases intelectuais humanas sobre relacionamento( seja com Deus, seja com o próximo).

Oração está relacionada ao diálogo. É impossível ser saudável ou manter um relacionamento saudável sem diálogo. É uma das mais ricas e mais fundamentais ações humanas na História. A oração estabelece um vínculo único com Deus, por se tratar de um diálogo, que é vínculo íntimo em qualquer relacionamento humano.

Leitura da Palavra está relacionado a mais importante das bases intelectuais de um ser humano: o conhecimento! Conhecimento no sentido científico, como também conhecimento no sentido relacional. Cremos que a Bíblia é dotada de Palavras cujo o autor é o Altíssimo usando diversos homens para tal feito, e portanto, não há como conhecer o contexto histórico inserido e também um indivíduo no que discerne a personalidade e caráter sem ''lê-lo'' como se este fosse um belo e intrigante livro.

Jejum está relacionado a consagração e a dedicação. Impossível se estabelecer um relacionamento sendo um ser humano sem que haja entrega, renuncia, dedicação a quem se relaciona e se ama. Ao se consagrar( dedicar, ser fiel a , se entregar) em prol de alguém, estamos estabelecendo o mais íntimo dos contatos e aliança humanos, vale lembrar aqui que o sexo é uma consagração, por isso que aos olhos da Bíblia o sexo torna uma só carne os cônjuges.

Deus é tão sábio e inteligente que criou 3 mecanismos como base de vida de seus filhos que são os mesmos básicos na vida de todos os seres humanos.

Espero que este breve artigo aperfeiçoe seus conhecimento sobre porque que jejum, oração e leitura da Bíblia são os 3 pressupostos básicos na vida de um cristão, simplesmente porque são também os 3 pressupostos básicos no relacionamento humano.

Deus te abençoe.

''A inteligência é uma potência espiritual.'' Tomás de Aquino

''A oração acalma nosso espírito, a leitura bíblica agita nossa mente e o jejum mata nossa carne.'' Pr. Lucinho

terça-feira, 17 de julho de 2012

Eu escolhi o difícil, assim como Tu me escolheu!


Por Nilson Pereira.

Na sociedade em que vivemos é tudo muito fácil.

É fácil se envolver em qualquer tipo de orgias e outras imoralidades sexuais, fácil desejar outra mulher, fácil ser adúltero se fazendo de puritano, fácil magoar e fácil dizer que perdoa.

Com o fomento da internet, tudo ficou muito fácil, e todos os outros meios de comunicação, que outrora não se era tão fácil ler, ouvir ou assistir determinados assuntos nestes( como livros, tv, rádio, jornais e etc), hoje são influenciados por toda esta facilidade que a web trouxe a História da humanidade.

Tudo é muito fácil hoje se tratando de relacionamento entre seres humanos.

Fácil é ser invertido numa sociedade que inverte valores dizendo que está ''superando tabus históricos''.

É fácil ter uma experiência gay ou lésbica(basta ler, acessar ou assistir qualquer tipo de mídia de comunicação), é fácil saber o que é uma menage à trois, fácil desejar realizar um, fácil ler, ouvir ou assistir contos eróticos fácil assistir a vídeos pornográficos, fácil ter, fácil achar que isto tudo não é traição, primeiro a Deus, e depois ao seu cônjuge, afinal, nada disto é ''compromisso sério'', é a geração da ''mina de fé'' ou do '' experimentar não diz o que eu sou''.

Muito fácil ser bígamo, achando que ''uma vez só não é traição''. Muito fácil também é acusar o cônjuge quando o relacionamento passa por crises, algo que faz parte de forma básica de TODAS as construções de relacionamentos, seja de cristãos ou não, para deixar a porta entre-aberta para que outro(a) se aproxime e tumultue a relação. Não que o cônjuge não tenha culpa, ou mesmo grande parcela desta,(afinal, conforme aprendi, em um relacionamento nunca a culpa é apenas de uma das pares) mas não se deve deixar o orgulho contaminar e deve arcar com a fidelidade conjugal, por Deus e pela pessoa que você se relaciona.

Deus é a favor de que se lute até o fim pela continuação de uma história de amor, não importa o que tenha acontecido, mas sei que você vai dizer que é difícil ( Mt 19:3-8).

Tudo é muito fácil. É fácil errar, e é difícil perdoar, pedir perdão, se arrepender.

Só tem um grande porém, Deus não me chamou para viver o fácil, me chamou para ser difícil, para nadar contra a maré, para errar sim,(erros pequenos, erros grandes, mas todos erros que Deus é perfeitamente capaz de tranformar em experiência enriquecedoras e edificadoras) porém, voltar com sinceridade a fazer o difícil, mas o correto.

Seria fácil ter um estilo de vida muito fácil, mas eu prefiro ser e ter um estilo de vida difícil.

O difícil é o mais prazeroso, é o mais duradouro, é o Eterno.

Já repararam que tudo que é fácil acaba e morre?

A esmagadora maioria daquilo que é Eterno, é difícil.

É difícil como membro da sociedade ocidental ser monogâmico com siceridade, sem o cinismo que nos é característico, é difícil resistir e superar a pornografia, sobretudo quando ninguém te vê, é dificíl resistir a fetiches, desejos de origens demoníacas, que muitas vezes é fruto do que se imaginou ser, em uma sociedade que prega o prazer sobre o caráter e os valores, difícil ser fiel, íntegro ou sério.

Difícil ser sempre justo, a maioria dos bons cristãos( se não todos) pecaram em algumas destas áreas, mas a diferença é que foram bons demais para este sistema mundano e imundo, cairam, se levantaram e são mais íntegros do que qualquer um hoje ( I João 1:8-10).

Aquele que diz que vale a pena ser e viver o difícil é o Criador de tudo, o Deus Altíssimo, Senhor dos céus e da Terra, Aquele que me resgatou e me fez ser mais um capítulo de superação em seu vasto e maravilhoso Livro da Vida.

É possível, é difícil mas é o destino de quem ama a Deus e é de fato filho de Deus.

Não existem cristãos ''invictos'' quanto a nenhum destes pecados fáceis, (se você que lê este artigo não caiu em nada em relação ao pecado, pode acreditar que caíra ainda) o que existe é cristão redimido pelo sangue do Cordeiro de Deus, que andou em caminhos fáceis mas que que opitou pelos difíceis caminhos do Senhor.

É muito mais fácil ser mau caráter, achar que não é, porém ser. Mas eu e todos os outros filhos do Altíssimo, escolhemos ser o mais difícil, bons caráter em uma sociedade corrompida.

Vem com o Senhor e conosco, não por falta de opção, mas porque todo ser humano só consegue ser feliz de fato quando escolhe ser difícil.

Fácil é conquistar uma pessoa todo dia, o difícil é conquistá-la todos os dias. O difícil é desafiador, é intrigante, é maravilhoso. Não é volúvel, é Eterno é belo.

É lindo um casal que tenha superado tudo o que veio de obstáculos na vida a dois, um jovem que se libertou da pornografia, ou imoral que se tornou sexualmente saudável, que domina e explora o sexo, e não o contrário.

O fácil é banal, se encontra em cada esquina de uma grande ou pequena cidade, mas o difícil, é raro, é valioso, é maravilhoso.

Opitar pelo difícil, é acima de tudo valorizar a si mesmo, e Aquele que te criou.

Deus abençoe sua vida, e escolha o difícil .

#nadacomoserumhomemdeumamulhersó

sábado, 14 de julho de 2012

Brasileiro reclama de que?


O texto não é meu, porém é tão verdadeiro que segue no blog:

Brasileiro reclama de que? De político?

O brasileiro é assim:

A- Coloca nome em trabalho que não fez.

B- Coloca nome de colega que faltou em lista de presença.

C- Paga para alguém fazer seus trabalhos.

1. - Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.

2. - Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.

3. - Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.

4. - Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, e até dentadura.

5. - Fala no celular enquanto dirige.

6. - Usa o telefone da empresa onde trabalha para ligar para o celular dos amigos (me dá um toque que eu retorno...) - assim o amigo não gasta nada.

7. - Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.

8. - Para em filas duplas, triplas, em frente às escolas.

9. - Viola a lei do silêncio.

10. - Dirige após consumir bebida alcoólica.

11. - Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas.

12. - Espalha churrasqueira, mesas, nas calçadas.

13. - Pega atestado médico sem estar doente, só para faltar ao trabalho.

14. - Faz "gato" de luz, de água e de tv a cabo.

15. - Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos.

16. - Compra recibo para abater na declaração de renda para pagar menos imposto.

17. - Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas.

18. - Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10, pede nota fiscal de 20.

19. - Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.

20. - Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.

21.. - Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se
fosse pouco rodado.

22. - Compra produtos pirata com a plena consciência de que são pirata.

23. - Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.

24. - Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem.

25. - Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA.

26. - Frequenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho.

27. - Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos, como clipes, envelopes, canetas, lápis... como se isso não fosse roubo.

28. - Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha.

29. - Falsifica tudo, tudo mesmo... só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado.

30. - Quando voltado exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem.

31. - Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve.

E quer que os políticos sejam honestos....

Escandaliza-se com o mensalão, o dinheiro na cueca, a farra das passagens aéreas...

Esses políticos que aí estão saíram do meio desse mesmo povo, ou não?

Brasileiro reclama de quê, afinal?


''Cada povo tem o governo que merece.'' Joseph-Marie Maistre

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Enfermeiros, porém não médicos.


Por Nilson Pereira.

Mais de noventa por cento dos cristãos não entendem que somos como enfermeiros.

Estamos aqui para prestar primeiros socorros as pessoas, e em seguida levá-las ao médico, que no caso desta alegoria significa Deus.

Muitos de nós acabamos por, mesmo que cheios de boas intenções, agindo como médicos e esquecendo que somos apenas enfermeiros, sem a competência necessária para atuar como médicos, acabando assim por piorar a situação do paciente em muitos casos. Enfermeiros prestam primeiros socorros, levam ao médico e o auxiliam com o tratamento.

Fique esperto e se posicione de forma correta.

Um desabafo cristão.


Por Nilson Pereira.

Recado para cristãos e não cristãos: Ser cristão não é ser anjo.

Ser cristão é ser santificado pelo Espírito de Deus e lutar até o fim contra o pecado. As vezes perder uma batalha ou outra, mas no fim vencer a guerra.

Não exija de um cristão perfeição, não encontrará isto nele.

Exija comprometimento (com o Evangelho
de Cristo e com a sociedade), misericórdia, compaixão e dedicação.

Exija dele amor e inteligência. Isto sim deve ser exigido. Não verifique a quantidade de seus erros (pecados) verifique o posicionamento que o cristão tem em relação a eles. Chegou a hora de não cristãos e cristãos farisáicos entenderem que não há perfeição em um cristão, e sim comprometimento com esta.

Há esforço, e nem sempre êxito. Há luta e não necessariamente vitórias sempre. Ser cristão é ser mais humano ainda, a única diferença entre um e um indivíduo que não é cristão é que, o cristão enfrenta tudo com Deus, estando certo ou errado, sendo exaltado ou corrigido.

Parem de tentar jogar um peso maior do que um ser humano é capaz de suportar apenas porque Cristo já a encontrou e a você não.

Seja coerente, e olhe para o Deus que as pessoas servem, não para elas.

Entenda o que é o Evangelho, que não forma supermen, e sim homens comprometidos com os princípios do Deus Altíssimo. Fica a dica.

Deus os abençoe.

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Duvidar, criticar e determinar ( vida com Deus é posicionamento).


Por Nilson Pereira.

Augusto Cury é um renomado doutor em Psicologia e intelectual brasileiro.

Ele adquiriu ferrenho destaque mesmo como escritor, autor de livros que figuram corriqueiramente entre os mais vendidos de toda a América Latina.

Autor de clássicos como O futuro da humanidade, Pais brilhantes, professores fascinantes os 5 volumes de O Mestre inesquecível e o Vendedor de sonhos, entre outros, Cury é um grande intelectual da nova geração.

Um homem extremamente inteligente. Se converteu realizando uma criteriosa e científica análise da inteligência de Cristo, até então, Cury seguia o modismo que existe no meio acadêmico e se declarava ateu.

Dentre os variados fomentos que, ao passar a ser habitação do Espírito Santo, seus criteriosos dons obtiveram, esta no desenvolvimento psicológico, comportamental e cristão, Duvidar, Criticar e Determinar. Algo intimamente ligado ao fato do princípio espiritual que diz que ''vida com Deus é acima de tudo dependente do posicionamento humano perante os acontecimentos, os pensamentos e sentimentos''.

Duvidar, criticar e determinar, é, acima de tudo, uma auto-defesa. É uma admissão de que a mente humana, se referindo a sentimentos e pensamentos ( sempre influenciada, ou pelo que a Bíblia chama de natureza humana ou carne, ou por hostes espirituais divinas ou demoníacas), é capaz de sentir, ou pensar qualquer tipo de coisa, por mais absurda que pareça.

Cury traz um alento a muitos cristãos e não cristãos quando diz que, sentir e pensar qualquer tipo de coisa pode fazer parte da vida de qualquer ser humano, devido a grandes influências ou informações inúmeras e incontroláveis que todos nós somos submetidos na sociedade contemporânea ( como jornais, livros, revistas, seriados, novelas, filmes, o cotidiano e etc), é algo que pode acontecer, até mesmo com certa frequência, porém, alerta que, temos a responsabilidade perante Deus e a sociedade do que iremos fazer com estas informações que surgem em nossa vida, mesmo sem ser de nossa vontade.

Talvez, perder não se posicionando perante tais coisas, se desesperando, ou entrando na ''onda'' destes sentimentos e pensamentos, seja o maior algoz da vida humana durante toda a História. Muito mais do que Satanás ou qualquer outro inimigo. Perdemos para nossa própria mente. Perdemos os sonhos de Deus para nossa vida por conta disto.

As pessoas confundem pensar e sentir com o ser, ter aquela identidade. Assumem como comportamento, qualquer coisa que vem as mentes e aos corações, não dominam a si mesmas.

Suas mentes as dominam, e não o contrário, conforme é o plano original de Deus para a humanidade, e que o pecado original desiquilibrou.

É o fato de sermos dominados por nossos sentimentos e pensamentos a partir do pecado da primeira família humana, que existem entre nós traidores, assassinos, mentirosos, ladrões, aproveitadores, maníacos sexuais, usurpadores, e toda a sorte de desvios.

Quando Cury fala de ''sermos protagonistas do teatro de nossa vida'', ele traz luz a um dos principais fundamentos do Altíssimo e base para a vida do cristão, umdos mais importantes dos chamados frutos do Espírito, o domínio próprio, o controle de si mesmo, que vai além de apenas querer fazer algo e não fazer por conta de princípios, significa dominar sua mente, saber que, nem tudo que se sente ou se pensa é de fato, você, ou quem Deus quer que você seja, já que esta é a grande meta de um cristão genuíno ( Gl 5:22-23).

O homem que se controla é um homem que tem o controle de tudo.

Ser espiritual é, acima de tudo, entender que temos uma natureza humana pecaminosa dentro de nós que nos tende a pensar e sentir o pior, controlá-la não dando atenção exagerada a esta, e aí sim, discernir todo o restante conforme está escrito em I Coríntios 2: 14-15.

Óbvio que quando cito que nem sempre o que pensamos ou sentimos significa que esta é nossa identidade, não quero dizer que isto servirá de desculpa para os atos mais podres que podemos cometer, é exatamente o contrário, quando pensamos e sentimos algo que não corresponde com o que queremos ser e ao que Deus quer nos fazer, estou dizendo que podemos, mais do que almejar, podemos ser o que desejamos ao vencer pensamentos e sentimentos que não mais condizem com nossa nova conduta.

Em Deus, isto é mais fácil do que parece. Duvidar, criticar e determinar = posicionamento com Deus.

Que Deus possa te dar conforto ao ler este artigo, que Ele possa te fazer entender que só depende de você derrotar sua maior inimiga, sua mente.

Cientistas sociais, psicológos e pastores são unânimes em hoje, afirmar que a mente é o início de tudo na vida humana. Sexo, fome, dor, amor, enfim, todo o tipo se pensamento e sentimento vital ou não, se inicia na mente.

Ore, jejue, se posicione, clame ao Senhor, mas aprenda com o teu Criador como controlar sua mente, seja feliz saudável, visionário, bem sucedido, seja tudo o que corresponde ao propósito original de Deus para sua vida!!

É possível, é necessário, é a única alternativa para quem quer realmente caminhar com o Altíssimo na vida.

Deus nos abençoe.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

O mundo dos descartáveis.


Por Nilson Pereira.

Certa vez, ouvi alguém dizer que ''vivemos em mundo em que as pessoas são usadas e as coisas amadas'', esta frase me tocou bastante, desde a primeira vez que a ouvi, e principalmente ultimamente.

Como todo tipo de bom ensinamento, esta frase não quer dizer apenas o óbvio que contém, quer dizer muito mais.

Em uma conversa com um amigo, eu entendi alguns ensinamentos preciosos que Deus me trouxe, entendi algo que eu julgo ser um dos maiores males da  contemporaneidade ocidental hoje: o fato de vivermos em uma sociedade que descarta pessoas.

Hoje, aqueles que deveriam ser referências, intelectuais, artistas, pensadores e até altruístas e cristãos, descartam pessoas sem dó nem piedade.

Por qualquer coisa pessoas se desfazem umas das outras. O lema do planeta é ''não deu certo, parte para outra, se valorize, você é mais importante do que lutar, passar por cima, perdoar várias e vezes e mais do que perdoar, ajudar aquela pessoa de não cair no mesmo erro que tanto fere ou irrita.

Vivemos em uma sociedade sem paciência para nada, onde o culto ao eu ( maior base da doutrina de Satanás, pois este foi o primeiro a cultuar o seu próprio eu) está de tal forma que parece não haver nada que posso freá-lo.

Hoje, se amar e se valorizar virou sinônimo de tirar pessoas de sua vida, afinal, você não pode perder tanto tempo com ninguém, por mais importante que esta pessoa já foi para você, por mais que sua história com ela seja maravilhosa, o importante é você se sentir bem, satisfeito consigo mesmo. Em nome da paz, pois se alguém a tira de você, não importa o que ela signifique, perdeu a validade.

Agora, as coisas não, estas nunca perdem a validade, não importam se está velhas, fedorentas, sujas ou até podres, hoje vale mais guardar as coisas, além do mais se elas te fazem lembrar de alguém, do que guardar pessoas.

Vivemos em uma sociedade onde os cristãos tem o impressinante índice de 80% de divórcios, onde o mundo se preocupa com quantidade, não com qualidade, e que o capital como relação social influência cristãos e não crstãos até mesmo nos relacionamentos humanos, pois se alguém está fora da validade, é hora de trocar, extamente como se faz como uma mercadoria.

Não vale mais a pena lutar até o fim, até a exaustão por manter alguém na nossa vida. Somos todos maravilhosos demais, devemos nos valorizar demais, ter orgulho próprio, brio, tesão por si mesmo, e o que passar disto é humilhação, e dar tudo de si para o outro que não merece.

Sim, temos defeitos, mas não tão feios quanto o do outro. Ninguém nunca vai merecer que possamos lutar até o fim, até se humilhar, até não mais ter forças para mantê-lo na nossa vida, somos bons demais para isto.

Deus? Deus pensa assim também, afinal Ele não nos criou para ''sofrer'' por alguém que não muda, que não se posiciona, que não nada. Deus sabe que não temos estrutura, Deus sabe que não suportamos ter paciência com ninguém, mesmo com quem vive tendo conosco, afinal não somos imaturos, miseráveis demais para lutar por alguém, nem egoístas, somos apenas dotados de amor próprio, somos apenas seres humanos que amamos a nós mesmos.

Sabe seu miserável que está lendo este artigo agora, sabe mesmo o que Deus pensa da sua conduta de amor próprio e que é guiada pelo capital como relação social em relações humanas? Lixo !!!!

Deus se irou, Deus deu tudo de Si, enviou  Jonas a Nínive pregar para os assírios, e mesmo com Jonas fazendo tudo errado (igualzinho ao seu pai, amigo, mãe, irmão, conjuge de quem você tanto reclama) Deus não PERDEU A PACIÊNCIA E NUNCA DESISTIU DE JONAS( Jn 1-4).

Deus usou uma baleia, um barco, pessoas, árvores, o Sol, usou de tudo, para fazer Jonas ir pregar para os ninivitas. Ok, você pode vir dizer que Deus fez tudo isto porque queria alcançar os ninivitas, mas não foi apenas por isto. Deus fez isto por Jonas, por mais louco que isto pode parecer.

Jonas era um israleita, povo que foi humilhado e saqueado pelos assírios décadas antes da insistência de Deus com o profeta. A família de Jonas, seus amigos, sua noiva ou esposa, todos podem ter sidos sem dó nem piedade mortas pelos assírios, que são considerados até hoje como um dos povos mais cruéis da História humana historiograficamente falando.

Deus queria que Jonas se relacionasse com quem ele mais odiava, para curá-lo da ferida histórica.

Quero que comente quem tem coragem de dizer que se fosse Deus, também não desistiria de Jonas nunca.

Nenhum de nós teríamos a mesma paciência, o mesmo cuidado, o mesmo amor e investimento que Deus teve para com Jonas com nenhum outro homem, a não ser com nós mesmos.

Ok, afinal estou falando de Deus né? Aquele que é perfeito e Eterno. Então está bem, vamos falar de Davi então?

Davi foi ungido rei por Samuel com 17 anos, desde então sabia de entendimento e sentimento que Deus o escolheu como rei. Sabia que governaria por verdadeiro direito divino (diferente do uso do termo na Idade Moderna).

Desde então, foi duramente perseguido ( se você ler I e II livros de Samuel na Bíblia, entenderá o que quer dizer ''persseguido''), por Saul, atual rei no qual Deus não estava mais satisfeito com seus posicionamentos.

Davi foi persseguido por 23 anos, sem parar, correndo riscos de morte, sofrendo conforme vários Salmos escritos por este nestes momentos relatam. E por duas vezes, Davi teve clara oportunidade de matar Saul, assumir o trono e finalmente ser rei.

Davi era um homem cheio de defeitos, mas não era um homem guiado por ideologia social vigente alguma. Era um homem guiado pelo seu Deus. Respeitou Saul até o fim, até o protegeu, e mais, matou o homem que assassinou o seu algoz, declarando que ninguém poderia matar um escolhido por Deus sem que devesse ter o mesmo destino.

Davi entendeu que, mesmo nossos inimigos são escolhidos por Deus para atuar em nossas vidas.

A interpretação do teólogo Gene Edwars, ao escrever o livro Perfil de três reis, cita: '' Se Davi não tivesse um Saul em sua vida, ele seria mais um Saul na História humana, e não o homem segundo o coração de Deus''.

Quer prova? Davi relaxou no alto do seu grande poder e autoridade, e mandou por Urias na linha de frente de uma batalha, para que este falecesse somente para ficar com sua esposa Bateseba. Saul determinava em Deus até onde Davi poderia ir. É como aquela palmada que a mãe dá em uma filho pequeno para que este aprenda os limites da vida. Pior ainda, Davi não enxergava mais quem era, Deus precisou usar o profeta Natá para contar uma parábola a este para entender até onde poderia ir.

Estava errado por tudo, sobretudo por não estar na guerra e sim no palácio de Jerusalém, uma vez que, por toda a Idade Antiga, Idade Média e meados da Idade Moderna era cultural o rei ir a frente das batalhas. Nós vivemos reclamando de desejando ódio e morte por tudo. Seja o cara que cantou sua mulher, seja o professor que você cismou te persseguir, etc.

Para finalizar, quero falar sobre relacionamento afetivo. É no mínimo rídículo, incoerente e desanimador saber que 80% dos cristãos se divorciam hoje, saber que tantos casais de namorados ou noivos que já tiveram a confirmação de Deus se separam tanto porque absorvem a ideologia da sociedade.

Alguns, discurssam que namoro e noivado não são casamentos, alguns discurssam que casamento infeliz não pode ser de Deus, alguns discurssam, nas rodinhas, conversas particulares e até mesmo nos púlpitos. As confirmações de Deus até querem dizer algo sobre a vontade Dele, mas afinal, ele entende se minha noiva me mostrou seus defeitos e se tornou uma chata, se meu namorado era um gentleman, me mimou muito até eu ficar insuportável e resolveu hoje para o que ele chama de ''para o meu próprio bem'' segurar um pouco tamanha cavalheirismo, ou se o meu marido está cometendo uma série de erros porque eu sou uma chata que resolvi esfriar sentimentalmente depois de casado e intimos, afinal ele tem a obrigação de saber o que eu sinto mesmo se eu resolver só demonstrar quando me der na telha.

Se eu optar por descartar finalmente depois de tanto sofrimento, incompreenssão, este relacionamento, Deus sempre vai me dar outro no lugar. Deus tem uma novidada a sua mente tão influenciada pelo mundinho exageradamente capitalista no qual vivemos: niguém poder ser substituído. Nunca ninguém vai ser seu pai, seu marido, seu amigo, sua esposa, mãe, ou irmã e irmão conforme aqueles que Deus escolheu são. Sabem porque? Vivemos das escolhas de Deus para nossa vida, e não do que nossos corações instáveis sentem.

Deus não é assim. Em Mateus capítulo 19, os fariseus vão ao encontro de Jesus para indagá-lo acerca do divórcio e a lei mosaico-judáica sobre o tema. Jesus deixa claro que, apenas no caso de prostituição ( que em nossa sociedade pode ser traduzido como adultério), e somente por causa da dureza do coração do homem, deixando claro que para Deus, nem mesmo nestes casos, é liberado o divórcio. No versículo 6 do mesmo capítulo, Jesus diz que NADA, nem NINGUÉM pode separar o que Deus uniu. Você pensa mesmo que Deus só une quando duas pessoas chegam ao nível do casamento? Tolo e hipócrita.

O livro de Cantares é quase todo escrito quando Salomão e a sulamita não eram casados ainda, e sim noivos. É o livro que simplesmente, teólogos e nós historiadores julgamos ser ''aquele que expressa melhor o amor conjugal, o carinho e romance sinceros entre um homem e uma mulher'', e de quebra, o que expressa como poucos o amor para Deus. Sua paixão por Israel e de Cristo com a Igreja.

O texto mais lido deste blog, diz sobre um dos maiores momentos para Deus, quando Ele une desde de o namoro um casal, vendo em cada olhar, abraço, beijo, passeio, uma família feita por Ele, que será o Seu maior bem e também Sua maior ferramente para tentar frear a desumanização que sociedade passa na Idade Contemporânea.

Como historiador, eu entendo que descartar pessoas é, primeiro, um espelho cruel e real de uma sociedade doente, inclusive nos relacionamentos. Justificado por milhares de anos na História humana, de Antiguidade, Idade Média, Idade Moderna, e até início da Idade Contemporânea de amizades e principalmente casamentos (já que trata da base humana, a família) arrumados, impostos, e direcionados devido a interesses por sociedade e pais.

Porém, como cristão, eu entendo que isto tudo soa como justificativa de pessoas mal resolvidas, injustas, inseguras, egoístas, que se utilizam de várias justificativas para demonstrarem o quanto são mesquinhas, hipócritas ( já que ninguém quer ser descartado mas em nome do próprio bem estar, todos descartam), o quanto não entendem nada de Deus, nem de Cristianismo, nem de humanismo, nem de altruísmo, nem de ser ser humano. Por mais nobres que te possam parecer, pense, até onde vai sua paciência se seu amor por alguém? Até aquela pessoa começar a falhar, e te ferir, e não saciar a maldita insegurança que você sente?

Quero dizer a você, caro leitor, que os maiores relacionamentos que já vi, li e ouvi dizer, foram aqueles que sofreram, se feriram (coisas que você não tolelaria nem por uma semana), discurssaram desistência, mas nunca desistiram. Os que investiram até o fim, certamente tiveram a recompensa. Isto é princípio de Deus, imutável.

Assim como as jóias passam por um longo processo que envolve fogo, ferro e demais objetos de refinamento, para que possam sair do estado de pedra bruta de ouro ou de mineirais preciosos, assim também são os relacionamentos humanos.

O relacionamento que você espera, não existe.

O que existe é relacionamentos humanos. Maravilhosos, poderosos, renovadores, alegres, sensuais, apaixonantes, gratifciantes, remediantes, porém, na mesma medida de que são chatos, estúpidos, tristes, rotineiros e desafiadores.

Se relacionar, é o primeiro propósito de Deus para um ser humano. É também, o mais difícil de todos. Relacionamento humano é choque, é atrito, conflito. Se entramos em conflito com nós mesmos, com Deus, do que dirá com outro ser humano?

Será que é mesmo uma questão de se amar descartar pessoas?

Ah claro. Não custa te lembrar que você sempre foi insuportavelmente estúpido e teimoso e mesmo assim Jesus foi até a morte para te salvar.

O Criador te chama a refletir.

Deus te abençoe.


Verdadeiro Cristianismo:

Verdadeiro Cristianismo: